Scroll Top

Corpo Saude

Gravidez nas Trompas: O que Causa e como Identificar Alteração que Põe Bebê em Risco!

Gravidez nas Trompas: O que Causa e como Identificar Alteração que Põe Bebê em Risco! 2.00/5 (40.00%) 1 vote

Gestação tubária é uma condição que deve ser encarada com cuidado, já que a falta de tratamento pode levar à morte. A anomalia causa dor e sangramento e é caracterizada pela gravidez fora da cavidade uterina, especificamente no interior das trompas de Falópio – que são canais que ligam o útero ao ovário. Ela precisa ser diagnosticada o quanto antes, a fim de evitar hemorragias pelo rompimento da região.

gravidez


O que é gravidez nas trompas? 
O problema é um tipo de gravidez ectópica, que ocorre quando o feto se desenvolve fora do útero. Em uma gravidez normal, o óvulo fertilizado se prende ao revestimento do órgão, onde ele cresce normalmente, já no caso ectópico, a implantação ocorre na região abdominal ou nas trompas, o que impede o crescimento do fetoe pode causar sérios problemas para a mulher.

gravidez-nas-trompas
Causas: 
O ginecologista e obstetra Élvio Floresti Junior afirma que inflamações, irritações ou infecções alteram a mucosa das trompas, também chamadas de tubas uterinas, o que torna muito difícil o deslocamento do óvulo fecundado nas tubas para o útero.

Ainda de acordo com o especialista, alguns tipos de doenças sexualmente transmissíveis, como clamídia e gonorreia, endometriose, e cirurgias na região podem propiciar estas mudanças no revestimento tubário.

Sintomas da gravidez tubária: Além dos clássicos sintomas de gravidez, o corpo dá alguns sinais de que a gestação não está ocorrendo no útero, como:

gravidez 1

  • Dor na região pélvica e abdominal
  • Sangramento vaginal discreto
  • Gravidez em que a barriga não cresce

Se o caso não for tratado, pode ocorrer o aumento da dor e o rompimento da trompa em que está o embrião, o que causa hemorragia abdominal grave.

Menstrua normalmente? Assim como na gravidez comum, há ausência da menstruação. Porém, podem ocorrer sangramentos vaginais com sangue vermelho vivo, mas estes são causados pelo desenvolvimento anormal do embrião nas trompas.

A barriga cresce? De acordo com o ginecologista e obstetra Élvio Floresti Junior, a barriga não cresce como em uma gestação comum. Todavia, em outros casos de gravidez fora do útero, como na gestação abdominal, é possível que uma saliência seja percebida.

gravidez-11

Aparece no exame de farmácia? Gravidez nas trompas dá positivo no teste de farmácia pois o hormônio da gestação está presente. Porém, o problema não é detectado por este método ou pelo exame de sangue, mas sim pelo quadro clínico de ausência de saco gestacional uterino, que é onde o bebê se formaria, dor e sangramento.

Portanto, o ideal é realizar acompanhamento médico constante desde o início da gestação, a fim de identificar possíveis complicações e tratá-las rapidamente.

Complicações da gravidez nas trompas Riscos para a gestante: Se não for descoberta previamente, a gravidez nas trompas leva ao rompimento do canal, provocando uma hemorragia muito grave que pode causar a inflamação de tecidos do abdômen e a perda de grandes quantidades de sangue.

Nestes casos, é preciso correr para o hospital para que seja realizada uma cirurgia de emergência para salvar a mãe, já que sempre há o óbito do embrião.

Bebê pode sobreviver? De acordo com Andrea Godoy Lopes Graça, ginecologista do Hospital Moriah, na gravidez tubária não há possibilidade de evolução do bebê até o nascimento. Isso ocorre pois a tuba é formada por um canal muito estreito que se rompe ao ser forçado pelo desenvolvimento fetal, provocando um aborto e colocando a vida da mãe em risco.

O ginecologista e obstetra Élvio Floresti Junior ressalta que em outros casos de gravidez fora do útero, como na abdominal, há relatos de desenvolvimento do embrião, mas isso é muito raro.

Tratamento: Quanto mais cedo o diagnóstico for feito, maiores são as chances de evitar o rompimento da tuba. Assim, são usados métodos clínicos, baseados em medicamentos potentes, para parar a evolução do saco gestacional nas trompas. Também há a possibilidade de realizar cirurgias, como a videolaparoscopia, para impedir o avanço da anormalidade.

gravidez 2

A gravidez nas trompas passa a ser um risco maior quando há rompimento do órgão, que causa sangramento abdominal e pode levar à morte. Nestes casos, o tratamento é sempre cirúrgico a fim de interromper o problema e restaurar ou retirar a tuba atingida.

Mulher pode engravidar de novo? Segundo o especialista, a mulher que teve o problema consegue engravidar normalmente se não houver o comprometimento das duas trompas. Porém, ela pode ser mais suscetível a ter o problema novamente.

gravidez 3

Caso você tenha histórico de gravidez ectópica, converse com seu médico para que seja realizado um minucioso acompanhamento capaz de identificar logo cedo se a gestação está, ou não, ocorrendo normalmente.

Menstrua novamente? Sim. Como o estado das tubas não interfere na função hormonal, após o tratamento os ovários voltam a funcionar e a mulher menstrua normalmente.

Problemas na gravidez

  • Sintomas da diabetes gestacional: aprenda a identificar e como prevenir
  • Descubra quais são as atitudes perigosas para o bebê durante a gravidez
  • Previna-se: pressão alta na gravidez é a principal causa de morte entre gestantes

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Recomendados para você:


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.