Scroll Top

Pele

Você Sabe o Que Está Causando Suas Espinhas?

Gostou do post? Avalie!

As causas do aparecimento de espinhas em cada faixa etária variam. “As espinhas nas mulheres adultas normalmente têm como causa secundária os hormônios, cosméticos, medicamentos, a escoriação das lesões ou intensa exposição solar, entre outros”, considera a dermatologista Raquel Moura, especialista em estética. Já em adolescentes, a causa na maior parte das vezes é hormonal, devido às mudanças comuns da puberdade.
espinhas kDesta forma, é mais comum surgir espinhas na adolescência, durante a gravidez ou durante a menstruação, porém, outras possíveis causas do aparecimento das espinhas incluem:

  • Não limpar a pele corretamente, deixando a oleosidade formar os comedões, como cravos;
  • Usar maquiagem de má qualidade ou com prazo de validade vencido;
  • Usar cremes muito gordurosos, especialmente no rosto;
  • Usar protetor solar que não seja adequado para peles acnéicas;
  • Ter a síndrome dos ovários policísticos;
  • Reação adversa a algum medicamento;
  • Exposição solar.

Problemas hormonais: Os hormônios interferem diretamente nas espinhas. Isso ocorre principalmente com a ação da testosterona e outros hormônios masculinos, que aumentam o estímulo das glândulas sebáceas, aumentando a oleosidade da pele. No entanto, quando a acne causada é muito grave, o desequilíbrio hormonal também pode ser preocupante. É o caso da síndrome dos ovários policísticos: “Neste quadro há ocorrência de múltiplos cistos ovarianos, aumento dos pelos do corpo, queda de cabelo, tendência a diabetes e acne, tanto pela ação de hormônios masculinos como pelo aumento da resistência à insulina por parte do corpo”, descreve a dermatologista Juliana Fávaro. Portanto, é importante sempre investigar a origem das espinhas, ainda mais se ela vem acompanhada destes outros sintomas.

Como evitar espinhas: Os indivíduos que têm tendência a ter espinhas devem:

  • Evitar doces e frituras, além de bebidas alcoólicas e as gaseificadas pois dificultam a digestão e danificam a pele;
  • Ter uma alimentação rica em omega 3, zinco e antioxidantes, como salmão, sementes de girassol, frutas e legumes porque são ricos em substâncias importantes para ajudar a reduzir a inflamação da pele;
  • Limpar a pele com produtos cosméticos próprios para a pele oleosa duas vezes ao dia, de manhã e à noite, sendo que os sabonetes com ácido acetil salicílico são uma boa opção;
  • Passar um protetor solar oil free para o rosto antes de passar a maquiagem, mesmo que esta já tenha algum fator de proteção, para proteger a pele contra os efeitos nocivos do sol;
  • Fazer uma esfoliação leve uma vez por semana para retirar essas células mortas.

Além disso, caso surjam espinhas não se deve espremer as espinhas para a pele não ficar infeccionada, manchada e com cicatrizes.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Recomendados para você:


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.