Saúde

7 Remédios Caseiros Para Controlar a Diabetes Naturalmente

7 Remédios Caseiros Para Controlar a Diabetes Naturalmente em casa. Além disso, os tipos com maior incidência de Diabetes são o tipo I (condição crônica em que o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina, por causa de um defeito no sistema imunológico). No tipo II, a enfermidade afeta a forma como o corpo processa a taxa de açúcar no sangue. Por fim, o Diabetes gestacional ocorre quando a grávida tem as suas funções afetadas pela elevação da glicose.

controlar a diabetesA gênese do Diabetes, como se pode ver, apresenta motivos múltiplos, sempre relacionados à produção de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicemia (taxa de açúcar na corrente sanguínea). Com a produção deficiente, a glicose se acumula no sangue, nos músculos estriados e na urina, com prejuízo, no médio ou longo prazo, para os sistemas circulatório, músculo-esquelético e excretor. A doença também causa feridas de difícil cicatrização e problemas oculares.

A ocorrência do Diabetes é causada pela resistência à insulina (ou pela sua ausência/carência). O Diabetes tipo 1 é responsável por 5% a 10% dos casos deste distúrbio metabólico. O Diabetes tipo 2 é o mais comum, afetando até 90% dos portadores da doença.

Felizmente, muitos remédios naturais podem controlar o Diabetes. O importante é manter o médico que acompanha o tratamento sempre informado, porque algumas substâncias, como folhas e flores, podem prejudicar o mecanismo dos medicamentos que estão sendo ministrados. Agora Veja Os 7 Remédios Caseiros Para Controlar a Diabetes Naturalmente:

1. Cravo-da-Índia Para Controlar a Diabetes Naturalmente:

O cravo-da-índia é muito conhecido na culinária brasileira, principalmente no preparo de doces. Na verdade, ele figura entre as especiarias trazidas das Índias por mercadores europeus a partir do século XIV. Antes disto, porém, comerciantes árabes vendiam os cravinhos aromáticos para várias partes do Império Romano.

Como remédio natural para controlar o Diabetes, o cravo-da-índia é rico em antioxidantes – polifenóis, quercetinas e antocianinas. As propriedades se concentram especialmente no óleo essencial da especiaria, que pode ser consumida como chá (triture cinco ou seis pauzinhos e deixe em infusão por alguns instantes: a bebida pode ser servida cinco minutos depois de o fogo ser desligado).

2. Canela Para Controlar a Diabetes Naturalmente:

Muito famosa por polvilhar os bolinhos de chuva feitos pelas nossas avós, a canela apresenta uma série de benefícios terapêuticos, inclusive como coadjuvante do tratamento do Diabetes tipo II, que se desenvolve ao longo dos anos e, durante muito tempo, não apresenta sintomas claros.

Além de regular os níveis de glicose no sangue, a canela é útil também para reduzir a pressão arterial, minimizando os riscos de hipertensão, uma das intercorrências mais comuns do Diabetes. Seis gramas diários da especiaria em pó (uma colher de chá) são suficientes. O pó pode ser usado diluído em um copo pequeno (200 ml) de leite ou em um mingau de aveia, por exemplo. Os pauzinhos podem ser fervidos e consumidos na forma de chá.

3. Maracujá Para Controlar a Diabetes Naturalmente:

Esta fruta sul-americana é muito apreciada in natura, em sucos, mousses, etc. No entanto, o “fruto que se come na cuia” (esta é a tradução para o português do termo tupi mara kuya) possui outras propriedades: o maracujá é rico em vitaminas A, C e do complexo B, apresenta boa quantidade de minerais (ferro, sódio, cálcio e fósforo) e é muito consumido em função das suas propriedades sedativas e relaxantes.

Para controlar o Diabetes, no entanto, o ingrediente não está nas sementes nem na polpa, mas na parte branca da casca. Corte alguns maracujás, retire todo o miolo e coloque as cascas para secar no forno, sem deixar que queimem. Descarte a parte externa (amarela) e triture a parte branca no liquidificador. Duas colheres (sopa) diárias são suficientes para controlar o Diabetes. O pó é praticamente sem sabor e pode ser acrescentado a sucos ou polvilhado em saladas e sopas.

4. Consumir Alimentos Ricos em Fibras Para Controlar a Diabetes Naturalmente:

As únicas vantagens das fibras não são o auxílio ao funcionamento do intestino e a sensação de saciedade. Na dieta para diabéticos o benefício que ela traz é de diminuir os níveis de açúcar no sangue. Tanto que a Associação Americana de Diabetes recomenda que pessoas que têm risco de desenvolver Diabetes do tipo 2 ingiram 14 g de fibras a cada 1 mil calorias que consomem.

Vegetais, frutas, nozes, feijões, ervilhas, lentilhas, farinha de trigo integral e farelo de trigo são alguns dos alimentos que servem como boas fontes de fibras.

5. Aprenda a Contar os Carboidratos das Refeições Para Controlar a Diabetes Naturalmente:

Além de preferir as fontes saudáveis do nutriente, também é necessário fazer uma contagem de carboidratos na dieta para diabéticos, visto que eles exercem grande impacto quanto à taxa de glicose no sangue.

De modo resumido, para fazer a contagem é necessário sempre verificar o teor de carboidratos dos alimentos em seus rótulos e definir qual a quantidade da substância que deve ser ingerida a cada refeição, algo que deve ser determinado pelo médico, levando em consideração à necessidade calórica e o controle glicêmico de cada paciente. Veja o manual de contagem de carboidratos fornecido pelo Departamento de Nutrição da Sociedade Brasileira de Diabetes.

Outra Dicas Para Controlar a Diabetes Naturalmente:

Independentemente do tipo de remédio para Diabetes que lhe for receitado, é preciso que o paciente se comprometa a controlar sua alimentação e incluir a prática regular de exercícios físicos na sua rotina.

Uma combinação de exercícios aeróbicos como uma caminhada diária e treinamento de resistência como musculação ou yoga 2 vezes por semana pode ajudar a controlar o açúcar no sangue de forma bastante eficaz.

Além disso, nunca deixe de monitorar seus níveis de açúcar no sangue; Siga um plano de alimentação saudável que inclua bastante fibra; Reserve alguns minutos do dia para se expor à luz solar para ajudar a produzir vitamina D, que é essencial para a produção de insulina; Beba bastante água, que além de hidratar ajuda a quebrar os açúcares ingeridos na dieta; Diminua ou elimine a ingestão de açúcares; Pratique meditação ou alguma atividade relaxante regularmente, já que o estresse também é um dos responsáveis por aumentar o nível de açúcar no sangue.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Recomendados para você:


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.